Empresa



4º Tabelionato de Notas - Cartório do 4º Ofício

Em 1967 Aureo Candido Costa, assumiu a função de Escrevente do Cartório do 3º Ofício, pouco tempo depois foi lançado o edital do concurso para Tabelião dos Cartórios de 3º e 4º Ofícios da cidade, era a grande oportunidade de crescimento, tornar-se tabelião do Cartório em que estava. Por ser extremamente dedicado e estudioso, recebeu o apoio pessoal do então Juiz na Comarca, o Desembargador Mauro José Pereira, que além de emprestar-lhes livros de difícil acesso na época, ainda lhe esclarecia dúvidas relacionadas ao Código Civil e Penal, Processual Civil e Penal.  Somado a esse importante apoio, Aureo, também contava com o companheirismo de Cláudio Xavier de Lima.

Como resposta a tamanha dedicação Aureo conquistou o 1º Lugar no concurso prestado, dando lhe a oportunidade de escolher pelo Cartório que desejava assumir. No momento da decisão, pesou a consideração pelo grande amigo Cláudio, pois se ele optasse pelo 3º Ofício tiraria a oportunidade do amigo ser nomeado. Optando pelo 4º Ofício, ambos assumiriam as vagas, Aureo o 4º Ofício e Cláudio o 3º Oficio. Na data o Fórum contava com Juíza Desembargadora Shelma Lombardi de Kato a frente de todos os processos.

Na época Rondonópolis não contava com um espaço exclusivo para o funcionamento do Fórum, e este funcionou por mais de três anos nas mesmas instalações do 4º Oficio, que possuía instalações simples, mas que acomodavam uma Vara Cível, uma Criminal, o Cartório Distribuidor, a Defensoria Pública, a Promotoria Pública e três oficiais de justiça. Inúmeras vezes foram realizadas simultaneamente duas audiências, cível e criminal, com réu preso acompanhado de policiais. O escrevente da época Sr Valdemir Paes Landin atendia ambos juízes simultaneamente.

O 4º Oficio sempre contou com a administração muito presente de Aureo, o que fez com que sua paixão cartorária e seu comprometimento com as necessidades dos clientes fosse também algo compartilhado por sua equipe. Desde 1976 Aureo conta com a parceria de Izabel Fugimoto Figueiredo em sua equipe, hoje como Escrevente Juramentada contribui com administração de 15 colaboradoras, essa parceria de mais de 40 anos passou por momentos de muitas dificuldades, mas hoje todo sacrifício é lembrado com muito carinho.

Nomeado como Tabelião em junho de 1970 e somando aos três anos da função assumida no Cartório do 3º Ofício, Aureo está prestes a completar meio século de profissão. Anos recheados de elogio pela dignidade, honestidade e qualidade dos serviços prestados. Resultando em 50 anos de parceria e contribuição a Justiça de nossa Comarca.

4 TabelionatoPor três décadas consecutivas foi nomeado interventor do Cartório da Paz de São José do Planalto e recentemente interventor do Cartório do 2º Ofício de Pedra Preta. Como Escrivão Eleitoral participou de várias juntas apuradoras de votos, destacando os plebiscitos da criação dos Munícipios de Pedra Preta e São José do Povo.

 

                “São muitos anos como Tabelião, profissão abnegada, abraçada por pessoas que são verdadeiros conselheiros, confidentes, colaboradores e orientadores da sociedade. Conquistas  que contam com a ajuda, colaboração e desempenho funcional de cada um de meus colaboradores.”  

                                                                                                                                                                                                            Aureo Candido

 

Missão

Atender nossos clientes com atenção, agilidade e qualidade, transmitindo confiança e tranquilidade através do continuo investimento em nossa equipe.

Visão

Ser reconhecido pela confiabilidade dos serviços prestados e a excelência no atendimento

Valores

Honestidade
Respeito
Qualidade
Ética
Legalidade

Estrutura

Jquery slideshow
  • 01
  • 02
  • 03
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
1 2 3 4 5 6

Equipe